O Neuromarketing como estratégia de vendas no food service

Postado em 24 de Maio às 15h39

A importância da formação de preço de venda no food service

  • Blog Raffinato -

Quem já passou pela tarefa de definição de preços para seus produtos sabe muito bem o quão complicado isto pode ser. Afinal, é preciso definir o preço que englobe todos os custos com matéria-prima, processos de produção, despesas fixas e ainda incluir a margem de lucro, tudo isso mantendo-se competitivo entre os preços do mercado.

Mesmo não sendo algo simples, quem é gestor precisa saber muito bem a importância de se precificar de forma correta os produtos e serviços oferecidos pelo seu estabelecimento. Com uma precificação eficaz, é possível buscar a estabilidade desejada na hora de atuar no mercado.

O que levar em consideração na hora da formação de preço?

Existem diversos fatores que influenciam e que precisam ser levados em consideração na hora de precificar seu produto e/ou serviço. Dentre os principais, podemos destacar:

Custos e despesas

Para iniciar esse processo, é preciso identificar quais são os custos (diretamente ligados à sua produção) e as despesas (demais gastos). Ao falarmos em custos, podemos levar em consideração a matéria-prima, colaboradores, processos de fabricação, embalagens e entrega (caso esta última seja agregada aos serviços do seu estabelecimento).

Já em relação às despesas, é preciso levar em consideração os gastos referentes como aluguel, tributos, contabilidade, marketing, e demais serviços que demandam um compromisso financeiro.

Sendo assim, ambos os tipos de gastos devem ser levados em consideração. Os custos devem influenciar diretamente no valor final do produto, enquanto as despesas precisam ser levadas em consideração no valor final: quanto é preciso vender para cobrir tais despesas?

Mercado e público alvo

Entender qual é o posicionamento correto da sua empresa também é fundamental. Quem é seu público e qual é o poder aquisitivo dele? Com estes dados você poderá escolher a estratégia correta de aplicação de valores. Por exemplo, se você atua como restaurante e possui um público de classe mais alta, poderá agregar uma margem maior no valor final do seu produto. Já se o seu foco é o público mais generalizado, talvez a melhor estratégia seja reduzir a margem de lucro, chamar atenção pelo preço baixo e apostar no volume de vendas.

Ponto de Equilíbrio

Este é também um indicador que merece ser levado a sério. Afinal, ele representa o quanto a empresa precisa faturar para cobrir tanto os custos quanto as despesas. Portanto, ao levar em consideração os itens anteriores, você agora deverá determinar qual é o ponto de equilíbrio que seu estabelecimento precisa vender para “empatar”, ou seja, ao achegar nesse ponto, não haverá lucros e nem prejuízo.

Com isso em mente, é hora de partirmos para a formação do preço de vendas. É aqui que utilizaremos o conhecimento dos dados anteriores para chegar o preço final do seu produto. Então, para começar, é preciso que você faça a inclusão de todos os custos e despesas.


Em seguida, você precisará definir o lucro que você almeja para cada item vendido. A margem não precisa necessariamente ser padrão para todos os produtos que você oferece em seu cardápio, afinal, cada um deles possui uma percepção diferente do cliente e também um valor agregado individual.

Na definição do lucro, é importante sempre estar atento ao que é realidade do mercado e também o que é aceito pelo cliente, caso contrário, ficaria fácil definir uma boa margem e o problema estraria resolvido. Atente-se ao valor final com a inclusão da margem e mantenha-se focado na sua estratégia (valor agregado, volume de vendas, e por aí vai).

Cálculo do Markup

O Markup é, resumidamente, um índice de cálculo para a formação do preço de venda, que se utiliza das informações sobre custos, despesas e margens para se chegar ao lucro desejado. Vamos ao exemplo:

Para produzir um item de seu cardápio, você tenha uma despesa de R$ 15,00. Para saber quanto cobrar ao seu cliente, é preciso identificar as Despesas Fixas (DF), Despesas Variáveis (DV) e o Lucro Presumido (LP), e então aplicar a fórmula 100 / [100 – (DV + DF + LP)]

Supondo que as Despesas Fixas sejam de 8%, as Despesas Variáveis sejam de 6% e o Lucro Presumido de 20%, o cálculo ficar da seguinte forma:

100 / [100 – (DV + DF + LP)]

100/ 100 – (6 + 8 + 20) = 100/60 = 1,51

Com o índice de 1,51, é só multiplicar o custo do item (R$ 15,00) por 1,51, chegando total de R$ 22,65. Este é o valor final que irá cobrir seus custos, despesas e ainda englobar a sua margem de lucro. Mas é possível e até mesmo aconselhável ir além, como por exemplo, basear-se nas estratégias de mercado e público alvo já mencionadas anteriormente.

Entender e cobrar um preço correto é extremamente importante para a sobrevivência e o sucesso dos seus negócios. E é por isso que aqui na Raffinato a gente leva muito a sério esse assunto. Sabemos que conhecer os processos e valores englobados no dia a dia da sua empresa é algo que precisa ser feito com calma e atenção, é por isso que temos à sua disposição os nossos softwares, desenvolvidos com a melhor tecnologia e projetados especialmente para suas atividades.

Através de sistemas como o Raffinato Supervisor e o Raffinato Gestor, você terá muito mais controle de todos os números do dia a dia do seu estabelecimento. Organize fluxos e gere relatórios mais exatos para saber mais detalhadamente sobre os gastos fixos e variáveis do seu negócio.

Com a Assessoria Ramp da Raffinato você também pode ir mais além. Com ela, você otimiza de forma completa os processos da sua empresa e passa a obter mais lucros. Através de uma análise detalhada, podemos identificar os problemas e encontrar as melhores soluções para uma gestão de sucesso.

Agora que você já conhece a importância da formação de preço de venda e como a Raffinato pode te ajudar a conquistar melhores resultados, que tal entrar em contato com a nossa equipe e garantir uma gestão mais equilibrada e de sucesso para sua empresa? Nossa equipe estará pronta para lhe atender da melhor forma. Conte com a Raffinato para ter recursos incríveis e garantir muito mais segurança e eficácia no futuro da sua empresa.

Raffinato,
Pronto para servir.

Veja também

TEF: o que é e o que pode agregar para seus negócios05/05 Você já ouviu falar de TEF? Se você é proprietário ou proprietária de estabelecimento de food service, provavelmente sim. Se não ouviu falar ainda, é importante que conheça esta ferramenta fundamental para seus negócios, no que diz respeito às operações com cartões de crédito e débito. É......
Ganhe dinheiro com a comida mais pedida na américa latina20/04/20 Uma pesquisa realizada pela plataforma PedidosJá revelou que o alimento mais consumido pelos usuários de delivery na América Latina é a pizza. Isso mesmo, ela é a campeã em pedidos e supera o hambúrguer, o......

Voltar para Novidades

© 2020 Todos os direitos reservados
src="https://www.facebook.com/tr?id=252775516294957&ev=PageView&noscript=1"
/>